Você que posta conteúdo sabe o que é “Bounce Rate”?

Uma das funções importantes de quem produz conteúdo é acompanhar se o mesmo está ou não agradando ao público alvo. Muitas vezes, o público específico “rejeita” o conteúdo postado por alguma razão. É aí que entra em cena a taxa de “Bounce Rate”.

O “Bounce Rate“, também conhecido por Taxa de Rejeição, é um termo do marketing digital que denomina um indicador de acessos fornecido por grandes buscadores, como por exemplo, o Google Analytics . A Taxa de rejeição é um apontamento que sempre deve ser interpretado  em conjunto com vários outros indicadores que a ferramenta oferece.

O quê o Bounce Rate significa?

Muitos clientes possuem uma ideia equivocada sobre o que seria essa taxa de rejeição. Muitos a julgam como sendo uma rejeição por parte do internauta ao seu site, como se o mesmo apenas tivesse olhado a home e saído do site.

Nem sempre é assim e aí entra o cuidado para analisá-la junto a outros indicadores.

por exemplo, quando divulgamos uma página em específico, é comum que esta tenha uma visualização muito maior do que as outras, e em muitos casos, o visitante ao terminar de ler ou acessar ao link, sairá do site. Por causa da quantidade de pessoas que farão a mesma coisa, a taxa de rejeição do site, poderá ficar um tanto elevada, não representando necessariamente desagrado.

O fato é que essas pessoas tenderão a abrir a página, ler ou assistir o que existe nela e depois sairão da mesma. Nestas situações, outros indicadores que devem ser analisados é o tempo de permanência, páginas visitas e outros indicadores, que comprovarão o fato.

E quando a taxa de rejeição pode ser um problema?

O Bounce Rate começa a prejudicar o ranking dos buscadores, quando o site não é atualizado periodicamente, ou o conteúdo que é disposto não tem vínculo com o público alvo a que se destina. Essa situação é bem comum e para entendermos melhor, vamos imaginar que, uma pessoa esteja buscando informações sobre divórcio e pretenda pesquisar na internet, um site de qualquer advogado especialista na área.

Temos do outro lado o “Dr. Fulano de Tal”, que embora experiente em divórcios, possui um site voltado à outra especialização sua. Por mais que o nome do site e as especificações sejam voltadas à assuntos pertinentes à Divórcio, separação consensual e outros, o público que acessar não ficará muito tempo no site, tendo em vista que o mesmo não traz as informações buscadas no Google ou Yahoo.

E acredite, esta situação é bastante comum, por isso a dificuldade de muitos sites alavancarem suas publicações, converterem seus leads ou alcançarem altas posições no ranqueamento dos buscadores.

Para não correr esse risco, invista em quem sabe trabalhar com o Bounce Rate e produzir o conteúdo certo. Invista na criação de conteúdo com agências, plataformas e produtoras especializadas como: Meu Redator, Rock Content, Conteúdo Expresso e outras plataformas bem avaliadas no mercado de criação de conteúdo. 

Tem alguma dica? Deixe nos comentários.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *